Com certeza as mudanças que a Covid-19 trouxe para o país atingiram todos os setores, para o setor imobiliário acelerou tendências que vieram para ficar. 

A pandemia deixou o mercado imobiliário cheio de incertezas, muitas pessoas perderam o emprego e com isso desistiram de fazer os investimentos que estavam planejando. Durante a pandemia a economia brasileira entrou em recessão, fechando muitas empresas e houve aumento no número de desempregados no país. Indo na contramão de muitos negócios o mercado imobiliário manteve um cenário positivo.  

Antes da chegada do Coronavírus a previsão para 2020 era um aumento de 20% de crescimento, comparado ao ano anterior. O crescimento teve uma diminuição, mas não foi anulado. Para 2021 as perspectivas continuam animadoras, principalmente com a chegada da vacina no país e a queda da taxa de juros para aquisição de imóveis.  

Não há como negar que a transformação digital foi protagonista neste ano pandêmico, no setor imobiliário a adoção de inovações tecnológicas já vinha trazendo mudanças, mas em 2020 esses processos foram acelerados para atender as demandas e seguir os protocolos de isolamento social.  

Os desejos dos consumidores mudaram, já que eles passam mais tempo em casa, a busca por imóveis que atendem mais necessidades aumentou, mas esse match entre o consumidor e as imobiliárias não teriam acontecido se as empresas não tivessem se atentado as inovações e a possibilidade de novas formas de vender e realizar financiamento de imóveis. Veja quais tendências do setor imobiliário vem para ficar.  

Imóveis como investimento seguro  

No Brasil essa já é uma forma de investimento muito tradicional e em momentos de crise como este, se torna uma ótima época para comprar imóveis, principalmente porque as taxas de juros mais baixas da história possibilitam maior facilidade para empréstimos e financiamentos, colocando a compra em vantagem em relação ao aluguel. Os bancos já perceberam essa possibilidade e oferecem melhores condições para quem deseja comprar seu imóvel.  

Outro fator que torna um investimento seguro é que o mercado de ações e fundos de investimento ainda é algo que está crescendo e ainda é arriscado investir, principalmente porque muitos brasileiros não têm educação financeira para fazer um investimento com tranquilidade. Já os imóveis estão em constante valorização e é muito difícil você perder dinheiro ao comprar um imóvel.  

Variedade nas opções de crédito 

Com a queda da taxa Selic, os juros de financiamento caem junto. Além de cobrarem um valor mais baixo pelo crédito imobiliário, houve também a transformação digital dos bancos o que facilitou a forma de pagamento.  

A Caixa Econômica Federal Anunciou novas medidas, confira:  

  • Redução da taxa de juros mais baixa de 6,5% + TR (Taxa Referencial, hoje zerada) para 6,25% + TR, enquanto a mais alta caiu de 8,5% + TR para 8% + TR. 
  • Os clientes com financiamento já contratado poderão pagar 50% da mensalidade por três meses, ou de 50% a 75% por até seis meses, dependendo do perfil. 
  • Carência de seis meses para início dos pagamentos em novos financiamentos da casa própria. 

De olho nos passos da Caixa com certeza outras instituições financeiras não vão querer ficar de fora e provavelmente também irão reduzir os juros e tragam novas ofertas de crédito.  

Processos menos burocráticos  

Foi-se o tempo que para adquirir um imóvel era preciso ficar horas em cartórios para assinar documentos. Com a pandemia, chegaram novas plataformas que tornam esse processo virtual. A assinatura digital era uma tendência que já estava por aí, mas com certeza em 2020 ela se consolidou, já que muitos cartórios tiveram que se adaptar para seguir os protocolos de segurança e continuar mantendo o seu faturamento. Em alguns estados do Brasil já é possível realizar assinatura de documentos de forma online:  

  • São Paulo 
  • Rio de Janeiro 
  • Minas Gerais 
  • Bahia 
  • Rio Grande do Norte 
  • Santa Catarina 
  • Paraná 
  • Mato Grosso 
  • Tocantins 

Essa é uma tendência que veio com certeza para ficar, mesmo após a chegada da vacina, acredito que ninguém mais vá para os cartórios, os processos serão todos feitos de forma virtual.  

Todo o processo online  

No mercado imobiliário está cada vez mais comum a venda de imóveis de forma remota. Por isso as empresas do setor precisam se atualizar para acompanhar esse processo, os profissionais do mercado imobiliário irão utilizar cada vez mais ferramentas virtuais para atrair clientes, mostrar os imóveis e fechar as vendas. Para o consumidor é uma forma prática e fácil de comprar imóveis. Essa tecnologia possibilita fechar negócios em diferentes cidades e até mesmo estados, já que o cliente não precisa estar presente.  

Já é possível buscar o imóvel ideal online, agora também será possível conhecê-lo por meio de visitas via vídeos ou com dispositivos de realidade aumentada. Outra facilidade que a transformação digital trouxe para o setor é a assessoria para os clientes, via whatsapp, telefone ou chat.  

Então desde a visita até a assinatura do contrato, passando pelo financiamento, já é possível realizar de forma remota, mais segurança para este momento de pandemia, mais praticidade e facilidade de fechar negócios pós Covid-19.  

Agora que você já sabe que este é o momento ideal para investir no mercado imobiliário que tal encontrar seu imóvel ideal e aproveitar as baixas taxas de juros e facilidade na aquisição? Veja as opções em nosso site , conte com quem entende do mercado imobiliário.

Conte com a Colonizadora Feliz.